Logo Univle

Publicado em UNIVALE - Faculdades Integradas do Vale do Ivaí (www.univale.com.br)

Imprimir Voltar

NRE de Ivaiporã e Univale encerram curso de Mediação de Conflitos

O Núcleo de Educação do Paraná (NRE) de Ivaiporã e a Univale – Faculdades Integradas do Vale do Ivaí promoveram o curso e Mediação de Conflitos, composto por 3 etapas. A 1ª etapa aconteceu, no dia 13 de setembro, quando o professor Nei Alberto Salles Filho, coordenador do NEP/UEPG, ministrou palestra sobre a Pedagogia da Paz. A 2ª etapa foi dada no ambiente escolar, onde cada pedagogo ficou responsável por organizar um grupo de mediadores e preencher um relatório, descrevendo mediação de conflito praticada. E a 3ª etapa aconteceu, na segunda-feira, dia 3 de outubro, com mesa redonda composta que serviu para debater sobre a “Violência no Cotidiano Escolar”.

A mesa redonda foi composta pelo delegado da 54ª Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã, Gustavo Dante; juiz de Direito da Comarca de Ivaiporã, José ChapovalCacciacarro; diretora do Departamento de Assistência Social, Gertrudes Bernardy; e pelas representantes do NRE de Ivaiporã, Helena Cécere e Regina de Moraes.

Gustavo Dante, por exemplo, falou sobre a violência nas instituições de ensino, drogas, discriminação, relações interpessoais, diferença entre ato infracional e mal comportamento do aluno, explicou como proceder em caso de ato infracional.

Por outro lado, Gertrudes Bernardy partilhou experiências vividas no Projeto Renascer e especialmente na Casa de Vivência/Casa do Adolescente. Além disso, diretora do Departamento de Assistência Social explicou como funciona o programa Amor Exigente, que passou a ter um programa semanalmente, transmitido via Rádio Esperança FM 98.1 Ivaiporã PR, as terças-feiras, entre as 11h00 e 11h30.

Na ocasião, Gertrudes Bernardy contou que há alunos que fogem das escolas para ir ao Projeto Renascer e à Casa de Vivência/Casa do Adolescente, atraídos pelos programas que são oferecidos. “Se o projetos sociais atraem as crianças é possível desenvolver metodologias que mantenham os alunos em sala de aula”, sugeriu Gertrudes Bernardy.

Durante as 3 fazes, vários profissionais da educação participaram dos debates, nomeadamente pedagogos e diretores da rede estadual, professores e técnicos do Departamento Municipal de Educação de Ivaiporã, representantes do Conselho Tutelar, Cras(Centro de Referência da Assistência Social) eCreas(Centro de Referência de Especialidades da Assistência Social) das cidades jurisdicionadas ao NRE de Ivaiporã. Conforme o NRE, dados relacionados à violência dentro e fora das escolas são bastante preocupantes e evidenciam que o respeito, fundamento da desejada convivência saudável, na prática, é submetido à progressiva deterioração. Por isso, é necessário refletir e discutir sobre esse tipo de violência, bem como as causas e consequências.

Os casos de bullying – violência moral entre os próprios estudantes – também chocam educadores e familiares, inclusive ultrapassando os muros da escola e chegando ao ambiente virtual em que situações vexatórias de alunos podem ser acessadas por qualquer pessoa. Nesse aspecto, o objetivo foi oferecer informação sobre diálogo e mediação de conflitos, bem como atividades para que o professorencontre os caminhos para solucioná-los, restabelecendo a tranquilidade na comunidade escolar.

Em nome do NRE, Helena Cécere agradece ao público alvo pelo interesse e participação
Em nome do NRE, Helena Cécere agradece ao público alvo pelo interesse e participação
Delegado Gustavo Dante explica como proceder em caso de ato infracional
Delegado Gustavo Dante explica como proceder em caso de ato infracional
Representantes do NRE e convidados registram sucesso do curso e Mediação de Conflitos
Representantes do NRE e convidados registram sucesso do curso e Mediação de Conflitos
Publicado em: 31/12/1969